segunda-feira, 9 de julho de 2012

Reminiscências d'um Caminho

Lá estava:
fria,
cinza,
não vazia
e lisa,
Imponente
ao impotente.

Lá via:
medo,
volta,
desafiante e
morta.
Pra uns, afronta,
pra outros, porta.

Lá fez:
chorarem,
praguejarem,
agirem,
pensarem,
lembrarem,
descansarem,
voltarem,
contarem
sobre outros arem,
outros irem
e outros que irão.

Lá ficou:
Atrás,
parada,
e na frente,
ali nonada,
no início do meio
dos sonhos inteiros;
no fim do inteiro
dos sonhos meieiros;
no meio do fim
dos sonhos primeiros.

Lá estava, via e fazia:
tudo isso sem força,
ficando,
servil ao caminho
sem mão,
regendo o destino
da direção,
enquanto morta, fascina,
ou enquanto morta, fatiga
tantas outras retinas.

Sário Ferreira - 09/07/2012

4 comentários:

  1. Paisagem, anseios? Gostei bastante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grato pelas palavras, Pedro! Me deram ideias para me distanciar do que escrevi e experimentar novas leituras de mim mesmo!

      Excluir